Ácido Cinza

Games, filmes, séries, cultura pop e redundância.

Mega Man Legends 3: um resumo da ópera

Hail to the king, baby!

Não adianta, nunca gostei de Legends e não vou aqui tomar as dores de ninguém, muito menos defender a Capcom nessa maluquice de DevRoom com fãs durante um ano pra daí puxar a tomada. Mas só convido que vocês raciocionem os seguintes pontos:

– Inafune começa alguma coisa e deixa ela na metade por ser o Inafune (série X). Ele deixa um time que nem sabe o que está fazendo pra terminar (X5). Agora eu não quero nem saber que espécie de besteira que você leu num biscoito da sorte você vai tirar da cartola pra defender esse jogo. Mas se você comparar com o X4 já tá claríssimo o quanto a produção caiu (os sprites reciclados a fio, técnicas do Zero reciclados, sem vozes, muito menos FMVs, chefes com padrões de ataques reciclados de jogos anteriores na cara dura…), e além do mais importante, ferrar toda a jogabilidade com prompts de texto a cada 2 minutos que você não podia desligar, um erro amadoríssimo para uma empresa de jogos.
– O produtor do Legends 3 era o mesmo cara que ‘assumia as dores’ (“eu criei o jogo”, nas palavras do próprio) do Megaman X7. Passou? Beleza. Agora eu nunca vi esse cara mostrar saber fazer jogo em 3D total bem (3D total, não 2.5D nem nada)
– Legends 3 já estava focando em um personagem que ninguém nunca viu nem se importava e que dominava uma imagem que detalhava o roteiro do jogo.


Que coisa, não?

Isso não é nem, em absoluto, tentando defender a Capcom de ter mantido algo de Relações Públicas assim tão intenso com os fãs e daí simplesmente ter tocado o foda-se sem nem lançar o protótipo. Mas poderia ter sido desastrosíssimo com esse histórico, há de se reconhecer.

Eu digo numa boa que preferia esperar mais anos pra evitar X5s e X7s da vida do que ter a série X jogada nas mãos de um time que nem sabe o que  está fazendo e lança só coisas meiabomba uma atrás da outra. Talvez Legends tenha escapado dessa.

Mas o que vai virar depois dessa, só vendo.

Uma resposta para “Mega Man Legends 3: um resumo da ópera

  1. Lanford julho 20, 2011 às 1:26 am

    Depois dessa? Toca um ZX3 aí… =P

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: